em Estou de bem

Estou de bem: consumo controlado por Dani

Dia 25 de junho criei um projeto chamado “Estou de bem“. De bem com o cabelo, peso, a altura e o que mais você odiou a vida toda em você mesmx e resolveu fazer as pazes. Pedi participação aqui e recebi um e-mail bem legal da Dani Kopsch do Less is the new Black que resolveu seu problema com o consumismo e hoje tem um guarda-roupa mais enxuto e digníssimo. Bora ler o relato da gata:

Oi! Achei genial a ideia do “estou de bem”. Afinal, todo mundo precisa se reconciliar com tanta coisa na vida. Especialmente com nós mesmos.

Eu queria participar contando da minha história com meu guarda-roupa. Costumava comprar muitas coisas novas e não me dava conta do dinheiro que eu gastava com roupas. Um dia, de bobeira, resolvi olhar o histórico do cartão de crédito do último ano e somar o quanto gastei com roupas. A descoberta foi um choque. O número é constrangedor para dizer, mas daria uma boa viagem de férias.

Resolvi dar um basta naquilo. Primeiro, desapeguei de muita coisa. Vendi e dei um terço do meu guarda-roupa, mas percebi que não foi o suficiente. Um ano depois, ainda tinha muita coisa (e continuava comprando, embora menos). Então, criei um desafio: viveria um ano com 50 peças no meu guarda-roupa. Me livraria do resto e aprenderia a viver feliz com menos.

IMG_9763

Armário novo com 50 peças

Com certeza esse “menos” é questionável. Para uns, 50 peças de roupa é muito, para outros é impensável viver com tão pouco. A verdade é que o número pouco importa. O terapêutico nesta decisão foi a tarefa de limitar o guarda-roupa e aprender a viver com ele. Estou contando a experiência no blog www.lessisthenewblack.wordpress.com e os amigos estão acompanhando e me incentivando a continuar.
Até o momento, estou feliz da vida. Meu armário, que sempre vivia bagunçado, está super enxuto e consigo visualizar tudo o que eu tenho de uma vez – o que ajuda a me arrumar mais rápido e estimula a criatividade de inventar novas combinações. Minha expectativa é não comprar mais nada novo por um ano e guardar esse dinheiro que eu costumava gastar com roupas para investir em experiências: viagens, passeios, cursos. Me sinto muito bem e recomendo a todos essa avaliação do próprio consumo. Onde será que está o rombo do seu orçamento? Roupas, livros, restaurantes, sapatos, gasolina, balada? Talvez em algum desses itens você esteja gastando mais do que imagina. Vale a pena conferir o histórico do cartão de crédito para descobrir.

IMG_2512

Combinações que a Dani faz com as peças <3

Se alguém quiser participar, me mande um email me contando o que ficou de bem. Se tiver foto pra ilustrar, melhor ainda. Email aqui.

em Design

Ilustra Brasil: Luiza Guedes

Luiza Guedes 3

O trabalho da ilustradora Luiza Guedes é simplesmente apaixonante. A mineira geminiana (amo gente que começa a bio com o signo) se diz sentimental e intensa. Suas ilustras feitas em papel e nanquim são provas dessa força toda.

Segundo a artista, seu trabalho gira em torno da natureza, dos sonhos, de experiências vividas e de tudo que a toca pessoalmente.  “Vivo intensamente cada momento e em linhas tortas expresso todo sentimento que carrego comigo. Trago a realidade como referência, observo tudo o que envolve o meu campo criativo”, filosofa. Como não amar uma pessoa do elemento ar, né mesmo?

Luiza Guedes

 

Luiza Guedes 2
Luiza Guedes 4

Luiza Guedes 5

Luiza Guedes 6

Luiza Guedes 7

Luiza Guedes 9

Luiza Guedes 10

Luiza Guedes 11

Luiza Guedes 12

Luiza e sua arte ;)

Para segui-la: Fanpage

em Fashion

Estilo bapho: Lisa Rayski

Lisa Rayski 14

Hoje é dia de conhecer o estilo lindo de Lisa Rayski. A jornalista fashion é de Milão, mas atualmente mora em Londres e trabalha na agência Cover Media. Como não poderia deixar de ser, Lisa possui um blog bem inspirador chamado Chipadillo. É lá que a jornalista posta seus looks do dia modernos com fotos bem produzidas e suas tattoos lindas. Ó só:

Lisa Rayski 0

Lisa Rayski 2

Lisa Rayski 3

Lisa Rayski 4

Lisa Rayski 5

Lisa Rayski 6

Lisa Rayski 7

Lisa Rayski 8

Lisa Rayski 9

Lisa Rayski 10

Lisa Rayski 11

Lisa Rayski 12

Lisa Rayski

Lisa Rayski 13

Para seguir: blog | ig

 

em Design

Verdade seja dita: Wasted Rita

wasted rita 14

Reality bites, né mesmo? Unir os pensamentos diários com uma dose de ironia, safadeza e com a pegada da arte urbana pode ser bem interessante. E é isso que Rita Gomes faz. A designer gráfica e ilustradora portuguesa de 27 anos acabou virando uma referência em criticar a vida com uma dose de bom humor, sarcasmo, ilustração e muita tipografia. Tudo começou com o blog Rita Bored e acabou virando algo mais profissional com a fanpage, instagram e outros.

A artista já participou de intervenções urbanas, exibições e tem até uma lojinha online para vender sua arte (que não é de miçanga). Sempre honesta e com algumas pitadas ácidas da vida como ela é. Quem nunca?

Wasted Rita 4

Wasted Rita 5

Wasted Rita 7

Wasted Rita 8

Wasted Rita 9

Deen mesmo, não Dean. hihi

Wasted Rita 10
Wasted Rita 12

Wasted Rita 13

feeling feelings since ’85


Wasted Rita

Wasted Rita is all about: Irritating and provoking people. Keeping it simple, sassy and fun. Punk. Do It Your-Fucking-selfCounterculture. Guerrilla art. Illustration. Drawing. Integrity. Sarcasm. Experimenting around. Distorting things. Working through mistakes. Not working through mistakes. Teasing people. Being passionate and alive. Self-belief. A massive willpower that usually inspires or intimidates people.

Wasted Rita - rita

Já podemos ser amigas, Rita

em Fashion

Estilo jamais terá idade

Lyn Slater do Accidental Icon  7Semana passada assisti ao documentário do blog Advanced Style como contei aqui. Mais pra frente vou fazer um post somente com os docs que ando assistindo, prometo! Mas então, eu já contei que amo e respeito muito a velhice. Tenho crush confesso em todas as senhoras e senhores que sabem viver bem nessa idade e ainda são estilosos. Depois de terminar o doc, fiquei fuçando vários perfis das senhoras que aparecem no blog do Ari Seth Cohen e a Lyn Slater do Accidental Icon me encantou muito.

Lyn mora em Nova York e é expert em arte e moda japonesa. Para ela, o mundo fashion sempre esteve presente por conta do seu interesse em arte, teatro e cultura. Com mais de 60 anos, a blogueira sempre usou a moda como maneira de entender sua própria identidade e, de 5 anos para cá, ela começou a levar mais sério ainda, principalmente por causa do blog.

Accidental Icon surgiu realmente sem querer. Quando Lyn começou a arriscar mais em seu estilo, logo teve uma recepção excelente – principalmente dos jovens – que sempre a pararam pra perguntar de suas roupas. Um desses jovens a incentivou para criar o blog e foi sucesso imediato.

O que mais amo no estilo de Lyn é o fato dela usar brincos grandes e roupas com cores sóbrias, porém, com detalhes maravilhosos.

Lyn Slater do Accidental Icon  4

Lyn Slater do Accidental Icon  5

Lyn Slater do Accidental Icon  6

Lyn Slater do Accidental Icon  8

Lyn Slater do Accidental Icon 2

Lyn Slater do Accidental Icon 7

Lyn Slater do Accidental Icon

Lyn Slater do Accidental Icon  3

Aqui tem um entrevista bem completa e bacana sobre ela.