em Beauté, Tattoo

Porcelain – a drag tatuadora

porcelain-drag3

Para quem gosta do mundo drag, recomendo altamente a fanpage Draglicious. É super bem feita, cheia de informações legais e fotos maravilhosas das nossas queens. Lá existe um quadro chamado You Better Know que apresenta artistas que ainda não entraram na RuPaul’s Drag Race, mas são tão incríveis quanto as que ficaram famosas. Foi por lá que conheci a drag-tatuadora Porcelain.

porcelain-drag7

A bonita é lotada de tatuagens e piercings, fazendo a linha “spokesmodel”. Seu visual como drag é sensacional: punk misturado com vintage e uma pitada de gótico andrógino. Além de apresentar maquiagens baphonicas, a queen arrasa nas performances e em algumas faz até suspensão e pirotecnia. Como Sharon Needles, Porcelain também é da Pensilvânia (que tá mais Transilvânia, né? Amo). Para melhorar, quando está como Jordan Miller (seu nome verdadeiro) atua como tatuador profissional e tem um estilo mais P&B com pontilhismo, new traditional. Ó só:

porcelain-tattoo8

porcelain-tattoo7

porcelain-tattoo6

porcelain-tattoo5

porcelain-tattoo4

porcelain-tattoo3
porcelain-tattoo

PORCELAIN 

porcelain-drag6
porcelain-drag5 porcelain-drag4 porcelain-drag2

porcelain-drag8

porcelain-drag9

Para seguir essa maravilhosa: Site | Instagram | Tumblr

em Música

Dica musical: The Shorts

theshorts2

Hoje é dia de prestigiar o que é nosso. A banda The Shorts é de Curitiba e tem um som denso, principalmente para quem gosta de vocal feminino. A conheci por meio da guitarrista, Tais D’Alburquerque que trabalha comigo no Lolitas e toca no Rabo de Galo (vou falar mais pra frente). A vocalista Natasha Durski também é fotógrafa e fez o ensaio do workshop que participei no salão (aqui). Para completar, a banda conta com Andrezza Michel no baixo, Babi Age na bateria e Daniel K. na segunda guitarra.

No dia 15/08 foi o lançado o EP do quinteto intitulado Serendipity que foi gravado com Virgílio Milléo no Audio Stamp (PR), mixado e masterizado com Chuck Hipolitho no Estúdio Costella (SP) e com produção de Ruth Varella (BR/USA) que já trabalhou com Smashing Pumpkins. Quer dizer, o xaxado é sério!

theshorts3

A voz da Natasha é marcante e senti uma vibe potente como da Emmily Barreto do Far From Alaska. A influência da banda é diversa, mas os anos 90 impera mesmo. Inclusive, fui ao show no 92 Graus The Underground Pub e rolou até cover do Sonic Youth. A sincronia das guitarras, baixo e batera é perfeita e audível na Change of Skin – uma das minhas prediletas.

É muito gratificante pra nós estar lançado esse trabalho, que foi feito na garra, com pouquíssima grana e muita dedicação

Bora escutar The Shorts que tem um som autoral e muito bem produzido:

em Pessoal

TAG: 7 coisas

superthumb

Eba, mais uma tag roubada de quem? QUEM? Sim, da Raquel. Tô para criar uma tag e espero que alguém roube (pra semana que vem). Hoje é para falar de sete coisas aleatórias que penso. Bora:

7 coisas para fazer antes de morrer

  • Ter um relacionamento sério lindo
  • Aceitar meu corpo e cuidá-lo da maneira certa
  • Viajar para todos os países que estão na minha lista
  • Assistir Interpol em NY
  • Dar um selinho na RuPaul, no David Duchovny (na real, um beijo na boca mesmo) e no Marilyn Manson
  • Se eu tiver um filho, que minha mãe o conheça
  • Parar de ser neurótica no amor

7 coisas que eu mais falo

  • Eta porra
  • Mas gente
  • Quero (alguma coisa)
  • Tanto faz
  • Escolha você
  • Quando eu era jovem
  • As drags

7 coisas que eu faço bem

  • Stalkear
  • Fazer as pessoas rirem
  • Dar risada sozinha
  • Sair sozinha
  • Carinho
  • Comprar presentes
  • Ter ideias excelentes que ninguém consegue executar

7 coisas que me encantam

  • Bondade humana
  • Comida gostosa
  • Sofá confortável
  • Internet rápida
  • Shows das bandas que amo (e geral)
  • Tempo fresco com um leve solzinho
  • Animais lindos, todas as espécies

7 coisas que eu não gosto

  • Pessoas sérias demais, escrotas etc
  • Calor
  • Lerdeza de geral
  • Quando não prestam atenção quando estou falando
  • Quando não me deixam falar (matracas)
  • Falta de dinheiro para viajar e comprar coisas legais
  • Internet lerda

7 coisas que eu amo

  • Minha mãe e o meu cachorro
  • Ficar deitada no sofá assistindo tv
  • Quando saio e acontece coisas interessantes
  • Rir com vontade
  • Quando sinto frio na barriga e é recíproco
  • Quando alguém cozinha pra mim
  • Maquiar as pessoas

7 coisas para comer

  • Pizza vegetariana
  • Arroz com feijão preto e ovo
  • Qualquer massa sem carne
  • Hambúrguer vegetariano
  • Sorveteeeees (pra tomar)
  • Comidas gostosas em geral
  • Cachorro quente vegetariano

7 coisas para enterrar no passado

  • Ex-peguete cuzão
  • Pessoas vampiras
  • Amigas traíras
  • Pessoas más da cidade do interior
  • Relembrar o passado com os boy
  • Racismo, machismo, preconceito, homofobia, transfobia etc
  • Machismo
em Preferências

Encontro do ano: Sharon Needles

Vocês estão carecas em saber que amo RuPaul’s Drag Race, né? Tem alguns posts sobre isso aqui. Admiro as drags porque é uma forma de expressão artística deveras interessante que existe faz MUITO tempo. Por exemplo: antigamente, lá na época do Shakerspeare, as mulheres não podiam encenar no teatro. O que elas faziam? Se vestiam de homem para poder participar. Drag. Daí temos vários exemplos de mulheres que se montam horrores: Elke Maravilha, Cher, Lady Gaga etc. Temos também as drags do cinema: Divine, Dr. Frank’n’ Furter (AMO), filmes como Para Wong Foo, Priscilla, Gaiola das Loucas etc. Referências que não faltam. Eu acredito que qualquer forma de arte – desde que não faça mal pra ninguém – é válida. As drags possuem um amor especial no meu coração por causa da maquiagem, traje e postura. Admiro mesmo. Acho lindo como algumas drags admiram as mulheres, de verdade.

Então, em junho saiu que a Sharon Needles – a rainha da temporada 4 – viria para Curitiba. Minha reação foi apenas uma:

sharooon

Tá que resolvi pagar o Meet n Greet porque satanmelivre de sair dessa encarnação sem conhecer a Sharon Needles que é uma das drags mais incríveis por: 1) ser gótica; 2) ser genuinamente estranha; 3) ser fofa e bizarra ao mesmo tempo; 4) ter as melhores montações; 5) ter bom gosto musical; 6) ser lindo como homem também. Por ela, Nina Flowers e Bianca Del Rio dou um jeitinho, viu? Salve os freelas.

MEET AND GREET

11821186_1167951893229224_1805780424_n

O meet estava marcado para 23h, mas atrasou uma hora. Estava mega ansiosa, porém, até que fiquei ok observando as pessoas (preciso de distração). Quando a Sharon chegou na casa estava tocando Demi Lovato (minha irmã, gente), amei! Hahaha. Ela subiu, cumprimentou a galera e cuspiu uma cervejinha. Ainda esperei mais uma meia hora porque a fila tava comprida e ela dá uma atenção muito boa para os fãs. Cheguei nela e fui gritando: HAPPY HALLOWEEN, DIVA. Ela: Happy halloween, my dear! Eu entreguei uma aranha de plástico que catei na decoração da festa, ela colocou na boca e fingiu que tava vomitando HAHAHA. Sensacional! Daí disse que ela era spooky and beautiful e pedi um selinho (foto acima). No final, ela agradeceu a presença e pediu pra aproveitar muito show. Super simpática, sem pressa (foi questão de um minuto isso, sério). Ah, não podia selfie, só entregar o celular para alguém tirar foto (achei melhor).

Depois disso, fui pegar um lugarzinho legal para assistir os shows das drags locais e o dela, é claro. Acho que levou uma hora para ela terminar o meet and greet e mais meia hora para começar o show. Nem sei direito porque fiquei dançando loucamente lá, só no hip hop, amo/sou. Fui sozinha, mas conheci uns meninos que dançaram comigo e já combinamos a balada da Latrice Royale (dia 5, galera). O local estava lotado e tinha bastante gótico, drags e outros.

sharon needles 2

support your local drag queens! essas duas foram mega simpáticas e lindas, adorei <3

SHOW SHARON NEEDLES

sharon 2Chegou montadíssima num look lindo: body preto com um colar bapho, meia arrastão, bota fetiche, cabelo Marilyn e com chifres dignos. LINDA. Tocou suas músicas (conheça aqui) e conversou um monte com a plateia. Fez piadocas com drogas e maquiagem, contou que amou o Brasil e Curitiba era o último show. Falou sobre a adolescência na cidade pequena, fez cover de Ministry e do Rocky Horror Picture Show, além de dizer que sua inspiração para ser drag é a mulher. Que a mulher sempre tá ali para ajudar os homens, não importa a sexualidade. NHO <3 No final do show, ela se despiu toda no palco e disse que era ali a verdadeira pessoa. Apresentou o DJ, produtora, e o noivo. Fez mosh e tudo. Uma verdadeira rock star! Fiquei mais fã ainda. Valeu cada centavo. Maravilhosa, vencedora do meu coração. Se pudesse iria em todos os shows dela. BOOOOOOOOOOOOOOOO

11902552_10156000009175584_8447901607543500246_n

Momentos…

E NUNCA ESQUEÇA…

sharon-needles-happy-halloween-rupauls-drag-race-season-4-winner-gif

em Design

Roberta Marrero Art

Roberta Marrero Artist

Hoje é dia de conhecer um pouco da artista Roberta Marrero. A espanhola que vive em Copenhagen é conhecida por suas ilustrações que misturam cultura pop com o mundo underground. Com suas ilustras e colagens, Roberta sempre utiliza temas provocativos e sarcásticos que misturam figuras conhecidas com uma boa dose de humor fino  e Suas maiores influências são o diretor John Waters, Russ Meyer, gêneros musicais como punk, new wave, Classic Hollywood, pop art, temas góticos e imagens católicas.

 

roberta 4

roberta 5

roberta 6

roberta 7

Roberta Marrero 1

Roberta Marrero 2

Roberta Marrero 3

Roberta Marrero hair

Roberta Marrero makeup

Roberta Marrero makeup2

robertax400

Roberta

Para seguir: FanpageSite | Instagram | Blog