Era para eu ter feito a tatuagem que irei mostrar semana passada. Mas como a outra tomou muito tempo (duas horas), tive que voltar em uma outra sessão. Essa é a primeira tatuagem ~ escrita ~ que faço e tô tão feliz porque é da banda que mais amo nesta vida, Interpol. Como ninguém me aguenta mais falando deles, então toma esse link aqui que explica um pouco da minha piração adoração.

Eu já tinha em mente qual frase iria tatuar faz um tempo, acho que combina comigo e é de uma das músicas mais bonitas deles, Leif Erikson:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=-X_mGWOHEKY%5D

O que mais me preocupava era fonte. Não queria pedir ajuda dos universitários, pois não gosto de conectar ninguém a eles e tinha que ser uma decisão 100% minha. Não queria nada com muita firula e, no final das contas, mandei uma referência e ficou assim:

478dd200852611e2be0322000a9f38f1_7

Bonitinha e delicada

“My love’s subliminal” porque realmente  é difícil de algum desenfeliz entender minha maneira de amar ou de deixar amá-lo HAHAHA (riso de nervoso). Difícil explorar esse sentimento, né Leif Erikson?

Agora meu braço tá mais cheio do que já imaginei um dia… e em breve voltarei para a perna (já tenho desenho, hoho). Aproveitando, se você é de Curitiba e está procurando um tatuador excelente, super recomendo o Rafael Oliveira do Ink Sapiens (eu quem fiz a fanpage, tá começando ainda e o perfil dele é esse).

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *