As damas de Bois de Boulogne 6Domingo passado assisti ao clássico do cinema francês “As damas de Bois de Boulogne”, de 1945. O filme de Robert Bresson foi inspirado na obra do escritor francês Denis Diderot, “Jacques, o Fatalista, e Seu Amo” e conta a história de uma mulher da alta sociedade que sente-se rejeitada e resolve se vingar. Eu fiquei completamente seduzida pelos personagens e, principalmente, pelo figurino que foi assinado pela gênia Schiaparelli. O que mais amo nesta estilista italiana era como ela saía da casinha em um período tão boring. Ela unia arte e moda de uma forma muito única, fazendo parceria até com Salvador Dalí.

Neste filme em questão, Schiaparelli foi magnífica em vestir Hèléne – a “vilã”. Como a personagem é riquíssima, do tipo de ter elevador em sua mansão, logo o outfit é sóbrio, mas com detalhes certeiros. Os acessórios são bem utilizados (colares de pérolas trançados etc), e todo vestido tinha algo notável. Uma pena que não achei foto de uma vestido lindo que era preto com uma fenda branca no meio. Só não irei postar looks com pele, pois sou totalmente contra, ok?

As damas de Bois de Boulogne
Antes da Morticia
As damas de Bois de Boulogne 3
Abafando no vestido (e cabelón)
As damas de Bois de Boulogne 10
Detalhe dele que amei
lesdames-echoes
Vestido BAPHO
As damas de Bois de Boulogne 14
Detalhe decote em V
As damas de Bois de Boulogne 8
Look dia a dia
As damas de Bois de Boulogne 9
Imagem de dor e sofrimento (porém com elegância)

No filme, a ricona faz com seu ex – que também é da alta sociedade – se apaixone por uma ex-dançarina de cabaré e prostituta sem saber que ela o era. Sem nenhum luxo no qual era acostumada, já que ganhava presentes de seus amantes, Àgnes sempre está com esse look:

As damas de Bois de Boulogne 12

images
Detalhe do chapéu
tumblr_n6a5go7qCv1tt0svpo1_400
Dancinha brilhosa
As damas de Bois de Boulogne 4
Com vestido de dança típica. A mãe dela é bem sóbria e parece que sempre está com um uniforme
As damas de Bois de Boulogne 5
O vestido de noiva. Amei o acessório da cabeça

Para fechar, uma quote que achei interessante (o Jean Cocteau ajudou no roteiro):

As damas de Bois de Boulogne 11

Para quem se interessou pelo filme que está passando no Arte 1, aqui tem uma sinopse bacana.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *