Fato é que tenho várias musas de beleza e estilo. A gente precisa de inspiração pra viver, já falei sobre isso aqui. Meu estilo anda meio destrambelhado. Aliás, sempre foi. Eu tenho problemas de imagem desde que me conheço por gente e sempre tentei me esconder, logo mostro muito pouco o que realmente sou e gosto esteticamente. Não me visto como realmente gostaria por conta disso, salvo os acessórios. É muito triste, mas estou trabalhando isso. Por isso que sempre aplaudo a bandeira do “be yourself”. Não importa o que, sabe? Saber seu estilo e não ter medo dele é para poucos. Seja você uma Costanza Pascolato ou a Tati Quebra-Barraco. Tá feliz? É isso mesmo? Então você tem estilo sim. E tenha em mente: você pode mudar quando quiser, mas sempre leve um fato marcante seu (os meus são os brincos, batom vermelho e delineador). Espero vestir roupas de alfaiataria que acho muito bonito, só que meu corpo não se acomoda (eu não acho que fique bonito, esse é meu dilema/neurose). ENFIM.

daphne guinness 4

Por isso quero falar da Daphne Guinness que é uma maravilhosa-fina-estilosa e foi musa do Alexander McQueen (R.I.P.). Ela já nasceu em berço de ouro no Reino Unido. O pai era um barão, a mãe era musa de Man Ray e Salvador Dalí. Logo, era meio caminho andado pra ter o genes da fodelância, hahaha. Andei lendo sobre ela e sua evolução de estilo (veja aqui) e é muito difícil defini-la, de verdade. Ela é ícone fashion, de beleza (maquiagem), música (Lady Gaga pira nela), filantropia e até cinematográfica. Definir pessoas indefiníveis chega a ser um pecado, sabe? O que posso falar dela?

daphne guinness 7

Se você lembrou da cerveja Guinness, tá correta. Ela é herdeira do grupo mesmo. Milionária com muito estilo? GRAÇAS A DEUS! Melhor do que ser uma rica boring tipo Paris Hilton (acho que o filho dela, Nicolas Stavros Niarchos já namorou com ela). Daphne já fez até clipe pomposo cheio de referências lindas. Saber usar o dinheiro pra inspirar é pra poucos também. Posso falar do cabelo? AMO! É bicolor (preto e branco), seu rosto tem um ‘q’ de Marlene Dietrich. As roupas? haute couture na veia. Maquiagem? A clássica. Acho que vou postar umas fotos para melhorar:

Para finalizar, aqui tem uma ping-pong com ela.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *