Para quem é da época do Orkut deve lembrar das comunidades, certo? Elas eram o que as fanpages são hoje, porém, muito mais divertidas e amigáveis. Fiz muitas amizades por lá, pois também moderava várias porcarias como contei aqui. Consegui reencontrar algumas dessas pessoas no Facebook, sendo o caso da Carol B. Thibes (sim, nome e sobrenome). Dividimos alguns assuntos em comum, principalmente sobre cinema. Ela sempre será a Joan Crawford gaúcha pra mim, hahaha. Como não poderia deixar de ser, a Carol é uma dessas mentes brilhantes e fundou em 2014 junto com seu amigo Bruno Silva, o Bonecas Trouxas. Se você não conhece essa fanpage MARAVILHOSA – o que acho difícil, tá mais do que na hora porque deve ser a predileta de diversas pessoas (tipo 290k).

bonecas trouxas

O que acho mais incrível nessa fanpage é o fato da identificação imediata com um bando de boneca deformada que anda chorosa pela vida. É um tapa na cara naquela maldita obrigação em pagar de vencedor na sociedade, sabe? É deixar a faceta do loser de uma maneira mais “cool” e aceitável. Chamei a Carol para um bate-papo por aqui e ela topou, ó só:

1- Carol, a gente se conhece da época do Orkut por meio das comunidades de old hollywood. Agora você é sucesso com a fanpage Bonecas Trouxas (amo/sou) . Fica a pergunta: comunidade ou fanpage? 

Comunidade, porque eu fiz meus melhores amigos no orkut e sou nostálgica. Mas sinto o espírito orkuteiro em muitas fanpages e isso me deixa feliz.

2-  Inhai, o que você anda fazendo agora?  Quais são os planos pro BT? Já pensou em estender pra algo além da fanpage?

Eu tenho feito vários nadas. Estou trabalhando no site onde vou montar uma loja virtual, com camisetas e outros produtos. Tenho planos de gravar um funk também. Desculpa se eu sou um pouco lerda.

3- Se você pudesse escolher uma boneca trouxa hollywoodiana, qual seria? Entenda como quiser essa pergunta!

A Marilyn. Eu diria que ela foi trouxa em dar tanta importância pros outros e ser tão exigente consigo mesma. Eu falo isso mas não é como se eu tirasse essas coisas de letra. Todo mundo está aprendendo, né? É triste saber que ela sofreu tanto, foi tão abusada e subjugada. Mas ao mesmo tempo acho que essa é uma das razões pela qual nos conectamos tanto com ela, e outros ídolos. Não deve existir nada mais humano do que assumir nossos pontos fracos, nossas dores. Assim podemos entender que não estamos sozinhos. Há inclusive companhias muito ilustres.

4- Como uma boa orkuteira, sei que curte um top 5. Pode fazer um de filmes dignos?

  1. Um rosto na multidão (“A face in the crowd”, 1957)
  2. Sombras do mal (“Night and the city”, 1950)
  3. O Impostor (“The Imposter”, 2012)
  4. Sem saída (“Eden Lake”, 2008)
  5. Um passe de mágica (“Magic”, 1978)

5- Mendigando novamente: você pode fazer uma boneca trouxa especial pra este humilde bloguinho?

20min
apenas morta e feliz com essa exclusividade

TOP 5 TROUXAS FAVORITAS DA CAROL 

Para encerrar esse post maravilhoso, preciso mostrar a mascote da Carol, a Sonia! Ela é uma trouxa linda e sempre aparece no snapchat dela.

image

Espero que tenham amado o tanto quanto eu! Uma das melhores entrevistas, né non? Para seguir, curtir e compartilhar o BT, vá aqui.

Espalhe por aí:

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *