Com um misto de ironia e autobiografia, o artista dinamarquês Johan Deckmann produz capas de livros com um apelo visual por meio de títulos bem humorados (ou não).

johan_deckmann_03

O objetivo principal de Deckmann – como não poderia deixar de ser – é provocar e aconselhar. Títulos como “To avoid thinking of death, I dance”[Para evitar o pensamento na morte, eu danço] ou “How to forgive but not forget but still forgive” [Como perdoar, mas não esquecer, porém, ainda perdoar], provocam um certo incômodo e, é claro, uma risadinha interna. O artista já teve outros projetos e começou há um ano com as capas de livros antigas onde escreve os títulos com caneta permanente. Segundo o próprio para o site Cool Hunting, esse tipo de expressão visual foi uma forma natural em dar continuidade aos seus pensamentos. Além das capas, ele também cria esculturas sem rosto vestidas com terno e pretende criar ilustrações em telas com frases de seu humor negro cotidiano. Suas obras são vendidas em seu site oficial e geralmente vêm com as molduras. Vale a pena segui-lo no Instagram e no Facebook.

john-deckamann-1johann-deckmann-8

johann-deckmann-18

 

Espalhe por aí:

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *