Sabemos que Gabrielle “Coco” Chanel veio de uma família humilde, porém, sempre teve uma veia de empreendedorismo e bom gosto muito fortes. Já como estilista conceituada, Chanel construiu sua casa de verão, na Villa La Pausa com uma arquitetura charmosa e pontual. A casa fica numa região montanhosa, na vizinhança exclusiva da La Toracca que é localizada na Riviera França, na cidade de Roquebrune-Cap-Martin.

Construída em 1928 pelo arquiteto Robert Streitz especialmente para Coco Chanel e Hugh Grosverno, o segundo Duque de Westminster, a propriedade é sofisticada como a estilista. Chanel viveu em La Pausa de 1929 a 1953 e a decorou inspirada no orfanato em que morou na adolescência. Durante a construção, ela fazia viagens periódicas de Paris para supervisionar o trabalho e cuidar da decoração, sendo que insistiu em instalar uma réplica da escada de pedra do orfanato. Os detalhes também eram um tributo ao seu perfume Chanel No. 5 com camadas de cinco janelas repetidas por toda a casa. Todo material era do melhor, sendo que Coco e o Duque pediram mais de 20,000 de telhas curvas feitas a mão para construir o telhado e a mobília era em tons bege, branco e rosado.

A construção da casa – que possui de 930 metros quadrado e quatro hectares – custou 1,8 milhões de francos e possui sete quartos e banheiros, duas cozinhas, vista para o Mediterrâneo e mobília escolhida a dedo pela estilista que são da metade do século. O nome La Pausa veio da lenda de que Maria Madalena descansou perto das oliveiras do local em sua fuga de Jerusalém depois da crucificação de Jesus. A casa também tem duas suítes – uma de Chanel e outra para o Duque – que ficam em cima. A de Chanel dava para um jardim com oliveiras, margaridas, laranjeiras e íris. Em 2007, o jardim inspirou o perfumista da marca Jacques Polge a criar o “28 La Pausa” para a coleção “Les Exclusifs”.

Em 1930, a Vogue declarou que La Pausa era uma das mais encantadoras vilas nas margens do Mediterrâneo. Algumas figuras ilustres frequentavam o “cantinho” de Chanel como Jean Cocteau, Igor Stravinsky, Pablo Picasso, Pierre Bonnard Field Marshal Bernard Montgomery, Duque de Windsor, Noel Coward, Aristóteles Onassis, Greta Garbo, Rose Kennedy, Príncipe Rainier e Princesa Grace (Kelly). O local tem uma quadra de tênis, mas não tem piscina, já que Chanel não nadava.

Coco vendeu a casa em 1953 depois da morte do Duque de Westminster para Emery Reves, um húngaro que colecionava arte e era agente, escritor, editor e casado com a ex-modelo americana Wendy. Quando Emery morreu em 1981, sua esposa continuou morando por lá até sua morte em 2007 e a casa ficou fechada. Em 2013, La Pausa estava a venda por 40 milhões de euros (não incluía decoração, obras de artes e móveis) e agora pertence aos netos do parceiro de negócio de Chanel, Pierre Wertheimer, Alain e Gerard que darão continuidade ao patrimônio. Agora é esperar Karl Lagerfeld fazer um desfile por lá também, né não?

© http://www.3mille.com for Burger Sotheby’s Realty
(C) http://www.3mille.com for Burger Sotheby’s Realty
(C) http://www.3mille.com for Burger Sotheby’s Realty

Fotos e info daqui

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Comentário *