Design

Entrevista: Pam Prado da CRUA

cruaa2
Sabe aqueles achadinhos da internet que enchem o coração de amor? Pamela Prado com seu projeto CRUA proporciona exatamente essa sensação de peito quentinho. Pam – como prefere ser chamada – tem 25 anos, é formada em Design Gráfico pela UniCuritiba e desenha desde que se conhece por gente. Por conta desse talento, a designer criou uma fanpage que, segundo ela, nasceu num momento de transformação e virou algo bem especial. “Sempre fui muito insegura com tudo, desde a minha aparência até as coisas que produzo. A CRUA levou anos para sair da minha mente e se tornar realidade. Através do apoio de pessoas maravilhosas, criei coragem para expor meus desenhos com o intuito principal de abraçar pessoas, como fui abraçada”, relata.

 A CRUA nasceu para levar um pouco de conforto, procurando adornar cotidianos, que nem sempre são bonitos e nada me deixa mais feliz do que saber que as pessoas se sentem abraçadas.

Pam também sempre foi ligada a poesia, logo uniu o design com a escrita a fim de levar mensagens de amor e melhorar o dia das pessoas. Especial, né? Tão logo descobri seu trabalho, já a convidei para uma entrevista por aqui que foi prontamente respondida com muita atenção e carinho. Ó só:

1- Você cursa Design Gráfico, certo? Começou a ilustrar na faculdade ou já fazia antes?
Sim, sempre desenhei, mas cursar Design me ajudou a ampliar minha visão e a desmontar alguns preconceitos que tinha sobre meu próprio desenho.

2- Como é seu processo criativo e materiais que costuma utilizar para criar?
Geralmente os desenhos nascem de insights, sempre pesquiso muito sobre tudo, tenho pastas com tudo que encontro de interessante, então isso me ajuda a ter referências. A inspiração vem dos acontecimentos do dia a dia, as postagens quase sempre retratam um momento vivido por mim ou por pessoas próximas. Acho que isso traz uma certa sensação de intimidade com os seguidores, me sinto amiga de todos. Para criar, geralmente uso caneta nanquim e finalizo digitalmente usando Illustrator e Photoshop. Procuro usar sempre uma paleta rebaixada de cores, para dar a sensação de suavidade, tranquilidade e conforto visual.

3- Você está trabalhando em algum projeto no momento? Caso positivo, poderia nos contar?
Sim, muito que sim! Comecei a produzir canequinhas e outros produtos com as estampas da página, vou participar de uma feirinha de Natal, a Happy Hippie Christmas, junto com outros artistas e pequenos produtores incríveis. O evento será nos dias 12 e 13 de Novembro [em Curitiba].

 4- Tem alguma ilustra que você guarda com muito carinho?
Eu faço todas com muito amor, mas a ilustra que eu guardo em um lugarzinho especial é a Permaneça Forte, que foi a primeira criada para a página. E através da qual percebi que talvez as pessoas pudessem gostar dos meus desenhos e se sentirem abraçadas por eles.

crua

5- Você pode mandar um recado reconfortante para as leitoras do Mais 20 Minutos? Você é maravilhosa nisso!
Que amor, muito obrigada! Se eu pudesse tocar o coração de cada pessoa com um recado, seria: viva seus sentimentos com honestidade. Sejam eles bons ou ruins, não se sufoque, não somos obrigados a maquiar o que estamos sentindo, não precisamos estar sempre sorrindo, tudo bem nos ferirmos às vezes, tudo bem não estar sempre bem, tudo bem não ter sempre certeza de tudo, isso acontece com todos nós e precisamos passar por isso, superar o que há de ruim, nos permitir cultivar o que há de bom, aprender e crescer com tudo, enquanto você viver, haverá sempre outra oportunidade, outro amor, outros sorrisos, outras chances de se sentir bem, basta olhar ao redor.

crua-4 pam-prado-da-crua crua-3 crua-2

 Não deixe de seguir e ser abraçada virtualmente: Fanpage | Instagram

Direto de Bangkok – Sundae Kids

sundae-kids-1

A designer de Bangkok Pratchaya Mahapauraya criou um universo paralelo onde humor, romance, desilusão e fofice andam juntos. Também conhecida como Sundae Kids, sua fanpage com 151k de seguidores está repleta de ilustrações divertidas e facilmente identificáveis. Com apenas 24 anos, a ilustradora independente fez sua primeira exibição solo chamada “The Kid Within” e conta que tudo começou durante a universidade – quando não achava que suas ilustras eram suficientes para as matérias do curso. Logo, criou a página e virou um sucesso. Suas maiores inspirações são de acontecimentos reais dela mesma ou de amigos, além de filmes ou conversas escutadas por aí.

sundae-kids-0 sundae-kids-6

sundae-kids-8

sundae-kids-4

Siga: Instagram | Facebook

As capas de livros de Johan Deckmann

Com um misto de ironia e autobiografia, o artista dinamarquês Johan Deckmann produz capas de livros com um apelo visual por meio de títulos bem humorados (ou não).

johan_deckmann_03

O objetivo principal de Deckmann – como não poderia deixar de ser – é provocar e aconselhar. Títulos como “To avoid thinking of death, I dance”[Para evitar o pensamento na morte, eu danço] ou “How to forgive but not forget but still forgive” [Como perdoar, mas não esquecer, porém, ainda perdoar], provocam um certo incômodo e, é claro, uma risadinha interna. O artista já teve outros projetos e começou há um ano com as capas de livros antigas onde escreve os títulos com caneta permanente. Segundo o próprio para o site Cool Hunting, esse tipo de expressão visual foi uma forma natural em dar continuidade aos seus pensamentos. Além das capas, ele também cria esculturas sem rosto vestidas com terno e pretende criar ilustrações em telas com frases de seu humor negro cotidiano. Suas obras são vendidas em seu site oficial e geralmente vêm com as molduras. Vale a pena segui-lo no Instagram e no Facebook.

john-deckamann-1johann-deckmann-8

johann-deckmann-18

 

As ilustras de Patrick Nagel

Se você é dos anos 80 ou adora essa época, provavelmente já viu alguma obra de Patrick Nagel por aí. O artista americano ganhou notoriedade com suas ilustrações pop-art que misturavam grafismo, Art Deco e um pouco da estética nipônica, mas sempre minimalista e enaltecendo mulheres sedutoras. Um de seus grandes trabalhos foi a capa do álbum Rio (’82) do grupo inglês Duran Duran.

rioduran-duran

Formado como bacharel em Pintura e Design Gráfico pela Chouinard Art Institute and California State University, em 1969, o designer pegou seu diploma e tornou-se freelancer, participando de grandes peças publicitárias como Ballantine’s, IBM, MGM, Harper Magazine e Lucky Strike. Daí foi um pulo para ter seu nome conhecido. Nagel influenciou grandes artistas do meio musical e fashion e, inclusive, contribuía regularmente com a revista Playboy, o que ajudou a popularizar sua arte.

patrick-nagel-2
AD Lucky Strike – Espanha

patrick-nagel-3 patrick-nagel

Os anos 70 foram bem prósperos para o artista visual, mas foi no começo dos anos 80 e em Los Angeles que suas ilustrações com a pegada New Wave ganharam força. Seu trabalho foi grande inspiração para artistas como David Bowie, Robert Palmer e George Michael. Sem contar Duran Duran que teve a capa de seu álbum mais vendido ilustrado por ele – como citado acima.

Muito influenciado pelos fotógrafos Helmut Newton e Guy Bourdin, Nagel virou especialista em desenhar mulheres misteriosas que, segundo o próprio, preferia não conhecê-las muito bem e sim imaginá-las. Para ele, essas mulheres eram criaturas da noite que gostavam de beber e fumar bastante, porém sempre mantendo o controle da situação.

Infelizmente Patrick Nagel morreu em 1984 com apenas 38 anos, mas deixou muita coisa boa pra gente.

Aqui tem um tumblr bem bacana com as obras dele :)

Darlin Design

Darlin Design 11

Faço parte de vários grupos do Facebook sobre as drags de RuPaul. As pessoas que frequentam são ótimas, sempre postam memes divertidos e até ilustrações. Foi no grupo da Sharon Needles (minha favorita) que conheci a DarlinDesign. As ilustrações são feitas por duas artistas de Londres que são apaixonadas pelo glamour das pin-ups e horror art. Outra habilidade além da ilustra digital e manual (feita com lápis ou guache) também é a criação de escultura em madeira e bustos de manequins que são utilizados em lojas. Um trabalho bem feito e incrível.

Darlin Design

Darlin Design 7

Para seguir: Facebook | Behance