Design

Sad Girls, por Luiza Cassiano

Não é a primeira vez que Luiza Cassiano aparece aqui. Em 2014 eu a entrevistei quando ela trabalhava na bareMinerals e desde então nos acompanhamos pelas redes sociais. Sempre estou de olho nos desenhos que ela posta e pedi que me contasse sobre a l.sad girls em que o foco é ilustrar meninas fortes, engraçadinhas e que não escondam seus impulsos sexuais. As meninas tristes são empoderadas, mas ao mesmo tempo estão frustradas com algo e podem ser objetificadas. Aquele yin-yang que conhecemos, né?

l-sadgirls

Luiza me contou que desde que voltou para o Rio de Janeiro, em 2014, a vontade em desenhar – que a acompanha desde criança – retornou e foi um alívio para um momento de crise. Mesmo não a conhecendo pessoalmente, sempre vi uma veia artística forte e não estava errada. Mesmo que o Sad Girls ainda seja considerado mais um hobby do que um projeto mega sério, existe um Instagram em que as ilustras são postadas e vendidas. O processo criativo é espontâneo e faz parte de momentos de isolação e introspecção em que Luiza consegue traduzir seus pensamentos em desenhos. Apesar de darem excelentes tatuagens, Lu ainda não pensa no assunto, mas deixa as possibilidades abertas.

l-sadgirls 3

l-sadgirls 9

l-sadgirls 5

l-sadgirls 10


Gostou dos desenhos? Você pode encomendar pelo Instagram ou pelo e-mail: luizacassianoart@gmail.com

Projeto Papelão

Projeto Papelão 5

Acredito que uma das coisas mais inteligentes do ser humano é saber reaproveitar objetos e oportunidades. O artista plástico Edgar de Camargo, por exemplo, idealizou em 2011 o Projeto Papelão em que reutiliza placas descartadas.

Ele coleta o material de acordo com a espessura, então corta e a transforma em um belo exemplar para decorar qualquer ambiente. As artes são feitas a mão e pintadas com efeito 3D, sempre com cores vibrantes. A inspiração de Edgar vem das tatuagens tradicionais, do religioso ao pagão e até animais e personalidades. Quero!

Projeto Papelão 4
Projeto Papelão 6 Projeto Papelão 7 Projeto Papelão 8 Projeto Papelão Projeto Papelão 2 Projeto Papelão 3

11001804_10206599479452338_4466828067175965232_n

É possível fazer encomenda pelo Facebook ou whats e retirar no estúdio True Love Tattoo, na Augusta, em SP.

A ilustra de Camila Barbieri

Conheci a Camila Barbieri quando trabalhava no Lolitas Coiffure. Ela começou a fazer a sobrancelha comigo, virou minha cliente fixa e sempre vem em casa para eu atendê-la. Obviamente, a gente conversa bastante porque nessa área de beleza também podemos virar colegas da clientela (claro que não é todo profissional, mas adoro quem cuido) e descobri que a Camila é uma ilustradora maravilhosa. O trabalho dela é delicado, bem feito e inspirador.

A Cami tem 23 anos, formada em Design Gráfico pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e trabalha como ilustradora para animação na Looks Creative Studio, em Curitiba. Como desenha desde criança, nunca viu o hobbie como profissão e tinha até vergonha em mostrar seus desenhos. Na época da faculdade, Cami fazia Arquitetura e Design ao mesmo tempo e viu que estava no rumo certo quando largou o primeiro curso e começou a pegar freelas como ilustradora.

camila barbieri 2
Rótulo / Ilustra para cerveja

O processo criativo da Camila é bem variado, dependendo muito do foco: para o trabalho (o processo) fica mais engessado por conta do cliente. Já artisticamente, ela fica mais livre com seus sketchs onde desenha e redesenha até ficar como quer. Inclusive, um dos trabalhos que ela tem mais carinho foi o seu primeiro projeto gráfico do livro A Revolução dos Bichos (aqui) que os professores adoraram e as impulsionaram a seguir carreira. Outro job amado por ela é a série de ilustras do filme Freaks que nunca foi divulgado. Ou melhor, nunca tinha sido, pois Cami ofereceu para apresentar pela primeira vez aqui no blog. Que honra!

Não bastasse essa exclusividade toda, a danada ainda fez uma HQ especialmente pra mim (pro blog) com direito ao Caolhinho junto. No estilo do trabalho de Pulp Fiction – um dos meus favoritos. Tô in love!

leti-01

Mais trabalhos

Para segui-la: Fanpage | Behance

Garotas tatuadas e bordadas por Elphie

Dias desses estava procurando fotos da Betty Broadbent que foi uma das pioneiras a ter o corpo coberto por tatuagens, em 1927. Ela fazia parte do circo Ringling Bross. Barnum & Bailey onde era uma das atrações e ficou durante 40 anos no mundo do espetáculo.

betty-broadbent-uma-pioneira-no-mundo-das-tatuagens-femininas-

Acabei achando o Instagram de Elphie Teazel Quinn que faz ilustrações e bordados bem bonitos. Fiquei curiosa pelo projeto “The Embroidered Lady” que a ilustradora utiliza papel, bordado e guache a fim de retratar o universo das mulheres tatuadas do século passado. E aí que entra a Betty Broadbent – tem um sketch com ela. Além da Betty, também terá Lady Viola, Nora Hildebrandt,Maud Wagner e outras maravilhosas tatuadas que abriram caminho pra gente.

Elphie 2

elphie0

Elphie
Detalhe: as tatuagens serão bordadas
Elphie 3
sketch
Elphie4
Sketch da Betty

Tô super curiosa para ver esse trabalho completo! Para acompanhar, siga o IG e a fanpage.