Tattoo

A tatuagem de Matt Cannon

Conheci Matt Cannon por meio de uma brasileira que mora nos Estados Unidos e tatua com ele. O trampo de Matt é o tradicional com cores vibrantes e traços bem feitos. Ele atende no Torch Tattoo, estúdio que fica em Anaheim, na Califórnia.

Para segui-lo: IG

Indicações para tatuar old school em Curitiba

O que vem de gente perguntar indicação de tatuador que faz old school de respeito em Curitiba não é brincadeira. Eu já fiz alguns posts dos meu tatuadores (que serão citados), mas resolvi fazer um “guia” de referências legais que tem na cidade. Assim facilita a vida de todo mundo. Claro que vai ser impossível citar todo mundo que manda bem, então pode fazê-lo nos comentários também e quem sabe eu faça uma parte dois.

Rafael Oliveira

Posso dizer que o Rafa é meu tatuador predileto de Curitiba. Já fiz posts sobre ele aqui e aqui. Comecei a tatuar com ele em 2013 e desde então acompanho a evolução incrível de seu trabalho. Ele foi a primeira pessoa que me presenteou com uma tattoo e fiquei tão emocionada, sabe? Imagina se cada tatuador que já arrumei cliente me desse uma tattoo? Eu estaria coberta, hahaha.  Ele fez grandes partes das minhas tatuagens junto com o Berbel (que fica em Londrina), Brisa Issa (SP) e o próximo que irei citar. Siga a fanpage dele.

Serviço
Av. Sete de Setembro, 3497. 2º andar, sala 22.
(41) 3076-5653

Henrique Véio

O Véio do Ratcliff Tatuaria também é um dos meus prediletos na cidade. É grafiteiro e tatueiro, mantendo seu espaço no coração da minha saudosa Westphalen. O estúdio do Véio e da Pri (esposa dele que cuida de todo o business) foi criado no conceito de tattoo shop, ou seja, você pode passar na rua, ver os desenhos (flashes) na vitrine, escolher e tatuar. Eu AMO isso porque deixa a tatuagem acessível, mesmo a pessoa entendendo ou não sobre linha tradicional. Pode ter certeza que tatuando com o Véio, terás um trabalho bonito no corpo. Já tenho vários flashes dele e amo. Ah, ele sempre participa de convenções e traz prêmio para Curitiba. Muito orgulho. Siga a fanpage aqui.

Serviço
Rua Desembargador Westphalen nº 295 loja 04

Bruno Silverio

Infelizmente nunca tatuei com o Bruno, mas conheço pessoas que já tatuaram e obviamente acompanho o trampo dele que é muito bom. Ele já atua há 10 anos como tatuador e é um dos nomes de respeito em tatuagem old school em Curitiba. O estúdio dele é o Caravela e lá você também encontra o Etam Paese, outro tatuador excelente de tradicional. Para seguir a fanpage dele aqui.

Serviço
Al. Augusto Stellfeld, 793 centro

Felipe Metano

O nome do Metano sempre é lembrado para quem gosta de old school e mora em Curitiba. O trampo dele é sólido com cores consistentes que adoramos.  Pelo que eu vi no Instagram do tatuador, agora ele está numa temporada na Europa. Um dia ainda vou conseguir marcar um horário com ele!

Helena Cinirla

Tenho algumas amigas que já tatuaram com a Helena e a adoram! Não só pelo trampo excelente, mas dizem que é um doce de pessoa. Eu ia fazer um cover-up com ela, mas desisti porque alguns tatuadores amigos falaram que seria difícil em cobrir. Mas ainda vou marcar algo com ela. Ela atende no Brotherhood Custom Tattoo e Instagram dela é esse aqui.

Serviço
Rua Nilo Peçanha, 27

Eva Giller Parisi

A Eva começou a tatuar mais novinha e hoje em dia conquistou seu espaço em Curitiba. Seu estilo, apesar de o tradicional, flerta com outros como geometria, natureza e outros que ficam bem encaixados no que propõe, já que ela é artista plástica também. Para segui-la no Instagram aqui.

Mario Bernardi 

O Mario Bernardi também é dessa nova leva que já manda bem e mostra ao mundo curitibano para o que veio. Ele atende no Traço Nobre e também faz flashes acessíveis para quem quer começar a fazer old school. O IG dele tá aqui.

Serviço
Rua Doutor Roberto Barroso – 1090 – Bom Retiro

Quem quiser indicar um artista legal de old school em CURITIBA, deixa nos comentários com o IG. Daí faço uma parte dois citando os que gostei :D

A tattoo de Hwaro

Sempre acho muito inspirador conhecer novos tatuadores que respeitam o old school, mas entregam um trabalho diferente do clássico que vemos por aí. O sul-coreano Hwaro faz justamente isso: consegue manter as linhas tradicionais e coloca uma pimenta em seus desenhos os deixando com um ar de cartoon. Seu trabalho é consistente e divertido. Não deixe de segui-lo no Instagram.

Tattoo das minas: Megan Wilson

A californiana Megan Wilson começou no mundo da tatuagem aos 15 anos – quando foi tatuada pela primeira vez. Nascida e criada no norte da Califórnia, em Bay, ela ia regularmente para São Francisco aos 18 anos para se tatuar. Aos 19, começou a trabalhar como secretária em um estúdio na sua cidade. Depois de dois anos, colocaram uma máquina de tattoo em suas mãos e foi um caminhos sem volta. Como aprendiz, Megan desenhava bastante e absorvia tudo o que podia de seus colegas tatuadores. Com muita disposição e talento, Megan começou a participar de convenções e como convidada em alguns estúdios pelo mundo.

Hoje em dia ela mora em São Francisco e trabalha no Analog Tattoo Arts Kolectiv,um estúdio bem reconhecido na cidade. Os tatuadores que mais a inspiram são seus colegas: Matt Shamah, Adrian Lee, Jim Miner, Ron Earhart e André Malcom. Já seu estilo é o old school e o p&B bem inspirado.

joey cassina e suas tatuagens sensacionais

O garoto da Califórnia Joey Cassina faz um mix digníssimo para chegar ao seu estilo de tatuagem: anos 80 + old school americana. O resultado é um trabalho consistente, colorido, geométrico e divertido. Linhas duras e cores que vão além das primárias. Gostei MUITO do trampo dele e já quero um tigre com oclinho.

Ele atende no estúdio Ocean Avenue Tattoo, em São Francisco. Para segui-lo, vá aqui.