Tattoo

A tattoo de Hwaro

Sempre acho muito inspirador conhecer novos tatuadores que respeitam o old school, mas entregam um trabalho diferente do clássico que vemos por aí. O sul-coreano Hwaro faz justamente isso: consegue manter as linhas tradicionais e coloca uma pimenta em seus desenhos os deixando com um ar de cartoon. Seu trabalho é consistente e divertido. Não deixe de segui-lo no Instagram.

Tattoo das minas: Megan Wilson

A californiana Megan Wilson começou no mundo da tatuagem aos 15 anos – quando foi tatuada pela primeira vez. Nascida e criada no norte da Califórnia, em Bay, ela ia regularmente para São Francisco aos 18 anos para se tatuar. Aos 19, começou a trabalhar como secretária em um estúdio na sua cidade. Depois de dois anos, colocaram uma máquina de tattoo em suas mãos e foi um caminhos sem volta. Como aprendiz, Megan desenhava bastante e absorvia tudo o que podia de seus colegas tatuadores. Com muita disposição e talento, Megan começou a participar de convenções e como convidada em alguns estúdios pelo mundo.

Hoje em dia ela mora em São Francisco e trabalha no Analog Tattoo Arts Kolectiv,um estúdio bem reconhecido na cidade. Os tatuadores que mais a inspiram são seus colegas: Matt Shamah, Adrian Lee, Jim Miner, Ron Earhart e André Malcom. Já seu estilo é o old school e o p&B bem inspirado.

joey cassina e suas tatuagens sensacionais

O garoto da Califórnia Joey Cassina faz um mix digníssimo para chegar ao seu estilo de tatuagem: anos 80 + old school americana. O resultado é um trabalho consistente, colorido, geométrico e divertido. Linhas duras e cores que vão além das primárias. Gostei MUITO do trampo dele e já quero um tigre com oclinho.

Ele atende no estúdio Ocean Avenue Tattoo, em São Francisco. Para segui-lo, vá aqui.

Tattoos das minas: Cécile Pagès

Você pode encontrá-la como Cécile Pages no Instagram ou Cecília Palmtree no Facebook, fato que o trabalho é o mesmo: tatuagem old school de qualidade. Jane Dillinger é uma francesa de 27 anos que com 15 anos sabia que uma ou outra entraria pro mundo da tatuagem. Ao mudar para Paris com 19 anos, quando se matriculou em uma escola de arte, começou a trabalhar no conhecido estúdio Tin-Tin Tatouages e aprendeu a tatuar com Rude.

Desde então, Cécile tem como inspiração a natureza e seus diferenciais, o estilo clássico, frutas (principalmente abacaxi) e o mundo ao seu redor, já que viaja direto para trampar em estúdios na Holanda, Espanha, França, Itália, Portugal etc. Come to Brazil pra tatuar a gente, fia!